terça-feira, abril 17, 2007

Metida

Metapoesia
Meta prosa
Sobremeta
Sobre metas
Metafóricas, metabólicas
Euforicamente diabólicas
E para acabar com essa rima,
Simbólicas
E para acabar com esse clima...

Movimento é igual a
Força vezes deslocamento
Vento é o ar em movimento
Leia-se “einto”
Uma homenagem aos paulistas

Mamãe eu quero ser autista! Digo, artista.
Capa de revista, agora, seria óbvio
Quero um palco
Eu era nenê e tinha talco
Ninguém passou açúcar em mim