quinta-feira, março 27, 2008

draminha

mais difícil é sentir que é uma dificuldade só minha. como não te incomoda, não consegues te colocar no meu lugar e me ajudar. estamos juntos no amor, mas na dor, me sinto completamente sozinha. e eu sinto um vazio... que não sei se é ausência ou incompreenção. então eu tento me colocar pra fora e sempre demora pra eu saber de ti. não leva isso tão a sério, mas também não faz que não.

domingo, março 09, 2008

eu adoro QUALQUER COISA!

Qualquer Coisa
Composição: Caetano Veloso

Esse papo já tá qualquer coisa
Você já tá pra lá de Marraqueche
Mexe
Qualquer coisa dentro, doida
Já qualquer coisa doida
Dentro mexe
Não se avexe não
Baião de dois
Deixe de manha, 'xe de manha, pois
Sem essa aranha! Sem essa aranha!
Sem essa, aranha!
Nem a sanha arranha o carro
Nem o sarro aranha a Espanha
Meça: Tamanha!
Meça: Tamanha!
Esse papo seu já tá de manhã.
Berro pelo aterro
Pelo desterro
Berro por seu berro
Pelo seu erro
Quero que você ganhe
Que você me apanhe.
Sou o seu bezerro
Gritando mamãe.
Esse papo meu tá qualquer
coisa
E você tá pra lá de Teerã