quarta-feira, junho 11, 2008

14/08/06

Quando era criança eu pensava no que eu era antes de nascer. Onde eu estava, se estava... Como era não ser? Nunca ter sido? Anônima pro mundo e pra mim mesma. Sentia um vazio enorme e um aperto no peito... Não sei porquê, mas, na minha mente infantil, eu estava sozinha em um corredor pequeno com algumas portas. SOZINHA.
Será que querer morrer é querer voltar pra este corredor e entrar no mundo por uma nova porta? Não, acho que não. Seria muito otimismo para quem desistiu de viver.

Um comentário:

Leti disse...

Nem tinha visto esses últimos posts!
Resgatasse uns pensamentos antigos... me surpreendo com essas tuas filosofias! :P