domingo, junho 28, 2009

férias

escrever em um blog e ninguém comentar é meio broxante. me desempolguei um pouco e ando sem inspiração.

quarta-feira, junho 24, 2009

dos dois lados ou dois dos lados

To Pensando Muito

que coisa louca é essa que acontece dentro de mim e me deixa assim? que poder é esse que os hormônios têm de misturar meus pensamentos e fazer eu sentir coisas que pensava não existirem mais? de onde vem tanta insegurança e tormento?
eu sei que deveria ficar longe de qualquer um quando estou assim, mas eu sinto tanta solidão que acho que, se ficar muito sozinha, sou capaz de não querer voltar.
um dia eu fico louca, por pensar demais, por ser lúcida demais.

quinta-feira, junho 18, 2009

teste de atenção

Quantos passes o time de branco dá?

mantra

fica quieta, laura
laura, fica quieta

fica quieta
não fala
não grita
não te expressa
vegeta

fica quieta
esquece, obedece
fica quieta
não reclama
não ama
fica quieta

fica quieta
te deita
aceita
discreta
fica quieta

(repete, repete... até dormir! acorda... fica quieta)

terça-feira, junho 16, 2009

ok

se é assim, sim. chega então. acabamos o que não começou. terminamos o que não se oficializou. e a criançona aqui fica assim. fingindo sorrir quando tudo desaba, e controlando xiliques para não te assustar mais. agora eu preciso sofrer solita. to emo!

1001 discos para ouvir antes de morrer

Meus problemas acabaram! Tá... nem todos. Mas sabe quando se quer ouvir algo, mas não se sabe o que? Nada que tá na playlist apetece, nada que alguém sugere... Isso me causava uma angústia imensa. Bom, este problema acabou! Agora eu abro o livro que ganhei (esse que intitula o post) em uma página qualquer e é isso que eu vou baixar e ouvir. Uma bíblia musical. Não posso mentir que sempre me agrada, mas me agrada conhecer coisas novas (novas no sentido de ainda desconhecidas por mim, porque música "velha" é o que mais tem).
E a mensagem de hoje foi: tu tens que ouvir "Tina Turner - Private Dancer (1984)" antes de morrer. Verdade! Tinha que ouvir mesmo! Eu tinha (ainda tenho) uma boneca que foi batizada por algum adulto com o nome dela. Uma boneca de corpo de pano, vestidinho de lã branco e rosa e cabelo de lã azul meio assim... Tina Tuner! E era tudo o que eu sabia sobre a cantora. Que tinha o cabelo volumoso e liso como a minha boneca. Até imaginava um cabelo azul, mas descobri que é marrom. Seria muito avanço para época... Agora eu sei que muitas daquelas músicas que estão no subconsiente guardadas nas prateleiras "infância" e "rádio pampa" são dela. E o pré-conceito que me vem para ela neste momento, tendo ouvido apenas um disco e sem conhecer a biografia, é "Amy Winehouse" dos anos 80. Cabelo e visual extravagantes e, segundo o autor do livro, voz "indomável". No resto pode ser nada a ver, mas nisto, as semelhanças são inegáveis.

Comecei a escrever o post e me surgiu uma dúvida que eu guardei pra o final: quais os 1001 discos para ouvir depois de morrer?

segunda-feira, junho 15, 2009

mim segura

...que eu estou caindo. estou aqui em cima, meio solta, meio presa. eu não tenho medo de altura, mas eu sei o risco que eu corro. não deixa o sono tomar conta de mim e eu me desequilibrar. me segura, me abraça, me enlaça. só não me prende, para não me enforcar quando eu tentar colocar os pés no chão. :)

domingo, junho 14, 2009

invasão de privacidade

Quem me dera eu tivesse invadido a publicidade, descendo do meu prédio de pijama azul e pantufas na esquina da Lima e Silva com a República, num inútil dia da semana em que centenas de pessoas estão bebendo cerveja e assistindo o espetáculo. Quem me dera realizar este pesadelo da infância e expor a minha privacidade sem pedir licença. Assim, o lado tragédia da minha vida não estaria cem vezes mais pesado do que o comédia, e eu não teria rasgado as páginas do romance. Olho para cima, e o que eu vejo é um teto preto.

*Baseado em fatos reais.

segunda-feira, junho 08, 2009

23

não foi como eu pensei que seria há um tempinho atrás (e nunca é), mas foi bem melhor! diferente, mas perfeito! nada do que reclamar, nenhuma decepção, tudo bem ao contrário! eu nunca me senti tão a vontade em um aniversário! :D
obrigada a todos que foram, e aos que não puderam, mas que lembraram de mim. ;)
amei!

terça-feira, junho 02, 2009

2014

Copa do Mundo
metrô em Porto Alegre
28 anos
3 anos de formada
independente
em Porto Alegre?
onde e como estaremos em 2014?

Planejarei cidades, mas planos a tão longo prazo, não faço mais na minha vida. :)

mãe sempre tem razão

"tu não sabes dar importância ao que realmente deves dar. não sabes eleger prioridades. primeiro a saúde, depois teu estudo e teu trabalho, e depois o resto..."
tens razão, mãe! e prova é que eu estou aqui...

Uma canção desnaturada

Por que creceste, curuminha
Assim depressa, e estabanada
Saíste maquiada
Dentro do meu vestido
Se fosse permitido
Eu revertia o tempo
Para viver a tempo
De poder

Te ver as pernas bambas, curuminha
Batendo com a moleira
Te emporcalhando inteira
E eu te negar meu colo
Recuperar as noites, curuminha
Que atravessei em claro
Ignorar teu choro
E só cuidar de mim

Deixar-te arder em febre, curuminha
Cinquenta graus, tossir, bater o queixo
Vestir-te com desleixo
Tratar uma ama-seca
Quebrar tua boneca, curuminha
Raspar os teus cabelos
E ir te exibindo pelos
Botequins

Tornar azeite o leite
Do peito que mirraste
No chão que engatinhaste, salpicar
Mil cacos de vidro
Pelo cordão perdido
Te recolher pra sempre
À escuridão do ventre, curuminha
De onde não deverias
Nunca ter saído


Chico Buarque