domingo, outubro 18, 2009

comunicado importante

posts emos não fazem mais parte da minha fase atual.
foi um longo, lerdo e árduo caminho de volta ao ponto zero.
sem a tua ajuda, eu não teria conseguido. obrigada! ;)
agora sim eu sei, pelo menos, o que eu não quero para mim.
e de novo, eu quero o novo!

domingo, outubro 11, 2009

queria eu ter minha criatividade aflorada agora para projetar a melhor estação de metrô que porto alegre nunca viu! mas eu só consigo pensar em inutilidades, em bobagens, em viagens, em coisas que só eu entendo e rio.
te amo mais do que nunca e te odeio mais do que sempre.
é hora de fingir. blábláblá
é hora do fingimento...
fingimos que está tudo perfeito agora, pra ver se fica mesmo. e se ficar, legal! e se não, azar... enquanto isso show me your genitals show me your genitals
hey boy! what we gonna do? be good or be gonne. ok?
go go go go go go go go
stay! viajei :D /o/
antes de vir pra porto alegre, eu ouvia Amigo Punk sem parar e pedia em todas as festas de rio grande. agora em todos lugares eu ouço. era um sinal. eu precisava ter vindo. estava tudo marcado em cartas de tarô ô ô...
aaah... meus 16 anos! e aaah... meus 23! e aaah... esse meio! e os próximos! ;)
relógio derretendo e eu aqui... yeah! johnny bye bye, bye bye johnny!

segunda-feira, outubro 05, 2009

emexene

oii
olá
como tu tá?
ótimo
que bom
e tu?
to bem
que bom
novidades?
acho que não
e essa frase do msn aí?
legal, né?
o que significa?
o que tu quiser
estranho como às vezes tu és tão querido e noutras é assim: estúpido.
nem parece a mesma pessoa...
sou bipolar
aham
e ae, assistindo muita novela?
nem tanto
tenho coisa melhor pra fazer
tipo o que?
não te intenteressa
nossa
depois eu que sou o grosso

só retribui
não é assim que se consegue galanteios
eu sei
então
por que tu fazes isso?

por que faço o que?
grosseria
porque sou tripolar.

não sei

só sei que nada sei. que nem tu sabes o que tu sabes sobre todas estas coisas que nós não sabemos por que aconteceram. eu só sei que nada sei sobre o que eu sinto agora, sobre o que tu sentes e sobram os ausentes. tu só sabes que eu não sei e tu também não sabes o que será. e eu só sei que nunca saberei se a certeza chegará.

só sei que tudo isto está uma bosta.